7 dicas para vender mais carros pelo celular

vender mais carros pelo celular

Não só o Google prefere os sites amigáveis, mas também as pessoas. Isso significa que a oportunidade para conversões através de dispositivos móveis (celular) está em um momento favorável. Infelizmente, nem todas as lojas de veículos estão vendo percentagens elevadas devido às suas lentas abordagens e sites mal projetados.

Não deixe sua empresa perder em conversões móveis para o concorrente na hora de vender pelo celular.

Como vender mais carros pelo celular?

Neste post trazemos algumas dicas para você implementar e aumentar as suas vendas via mobile (celular).

1. Tenha um site responsivo

Para você vender mais na internet, seus clientes querem acessar um site móvel que carregue rápido e que seja otimizado para a visualização em dispositivos móveis. Assegure-se de que a informação crítica sobre o seu site seja facilmente acessível e navegável, com ligações claras e ícones de fácil utilização.

É importante que os clientes encontrem rapidamente a informação mais importante sobre a sua empresa em seus smartphones ou tablets. 

Um site responsivo é projetado para se adaptar a qualquer resolução de tela sem distorções. Independentemente se uma pessoa acessar a página de um celular ou notebook, o site automaticamente identificará a largura do dispositivo e apresentará as informações adaptadas para facilitar a leitura e a navegação.

Na prática, isso significa que um site responsivo ajusta o tamanho das imagens, da fonte e dos elementos para que eles não fiquem desproporcionais. Na versão para desktop, um botão do WhatsApp, por exemplo, pode estar no meio da página. Já ao acessar de um smartphone, este mesmo elemento poderá ser transferido para o topo da página, facilitando a visualização e o clique.

Os sites responsivos para lojas de veículos priorizam, além dos botões de contato, as informações principais do estoque, como ano, quilometragem e tipo de combustível. As fotos também são essenciais e devem estar dispostas em uma área de destaque no site, em uma boa qualidade, mas com uma resolução que facilite o rápido carregamento destas imagens.

Para conseguir unir todas estas características em uma mesma página, é recomendado contratar uma empresa especializada em sites responsivos e que saiba como vender mais pelo celular, como a Revenda Mais.

Sem um site responsivo — que se adapte a qualquer tela —, você pode perder a venda antes mesmo de ter a chance de falar com o cliente.

2. Aumente a velocidade do seu site

Um tempo maior de carregamento no seu site impacta drasticamente dois fatores: o ranking no Google e as taxas de conversão.

Em relação ao posicionamento no Google, isso ocorre porque o buscador quer sempre oferecer as melhores páginas, com a melhor experiência, aos usuários. Dessa forma, se um site apresenta lentidão e demora mais do que 5, 6 segundos para carregar as informações principais, ele não está apto para aparecer nos primeiros resultados da pesquisa.

Outro ponto prejudicial que um site lento apresenta é a queda na taxa de conversão. As pessoas têm pouca paciência navegando no computador e ainda menos paciência navegando no celular

Um estudo elaborado pela Kiss Metrics comprova esta afirmação. Segundo a pesquisa, 47% dos internautas entrevistados esperam que as páginas carreguem em até 2 segundos e 50% abandonam o site caso o tempo de carregamento seja acima de 3 segundos. 

Outro dado bastante preocupante para quem tem site lento e deseja usar o celular para vender carros é que apenas 1 segundo de atraso na resposta da página pode ocasionar uma queda de 7% nas conversões. Já pensou quantas vendas você pode estar perdendo?

Para aumentar a velocidade geral de carga no celular, aplique essas dicas:

  • Evite redirecionamentos. Cada redirecionamento pode adicionar várias idas e voltas, afetando a velocidade em redes 2G e 3G mais lentas.
  • Simplifique o HTML. Remova espaços, comentários e aspas desnecessários do código fonte. Para ajudar a sua equipe, você pode usar a ferramenta HTML Compressor.
  • Evite a chamada de arquivos de JavaScript e CSS no início da sua página para não “travar” o carregamento enquanto estes scripts são executados.
  • Otimize todas as imagens. Imagens de alta resolução com grandes tamanhos de arquivo significam maior tempo de carregamento.

Existem diversos sites gratuitos para conferir o tempo de carregamento de um site, entre eles o GTmetrix. Cadastre o seu site e fique atento às sugestões de melhorias.

3. Ofereça conteúdo relevante

Seus potenciais clientes procuram mais do que apenas o que sua empresa faz. Eles querem e apreciam conteúdo valioso e relevante. Se você pode se conectar com clientes potenciais e fornecer as informações que eles querem, você constrói a credibilidade da marca que pode resultar em vendas futuras.

O Marketing de Conteúdo tem esse objetivo: engajar clientes em potencial. Invista em um blog ou uma página de notícias para contar novidades sobre o segmento automotivo e fornecer informações sobre cuidados com o veículo.

Esse tipo de estratégia, além de atrair novos usuários, também potencializa a sua presença nos buscadores orgânicos, como o Google.

Entre os temas que você pode desenvolver, estão:

  • Dicas de higienização e cuidados com a pintura
  • Os carros mais vendidos mensalmente
  • Dicas de carros conforme o perfil do cliente (universitários, aventureiros, que estão querendo aumentar a família, motoristas de aplicativos)
  • Como evitar roubos de veículos e dicas de segurança
  • Novidades sobre a legislação de trânsito brasileira

Caso não haja disponibilidade de uma pessoa dedicada em sua equipe para desenvolver os textos, você pode contratar uma agência especialista em conteúdo digital. Muitas empresas cobram por texto produzido, o que torna o valor bastante acessível.

4. Seja socialmente amigável

Quando os clientes atuais ou potenciais encontram um bom conteúdo online, eles tendem a compartilhar essa informação imediatamente com os outros.

Isso acontece milhões de vezes por dia no Facebook, LinkedIn e Twitter. Garanta que os usuários podem facilmente compartilhar seu conteúdo, colocando ícones de mídia social em todo o seu marketing baseado na web.

5. Utilize palavras-chave

Promover uma busca inteligente é fundamental para melhorar as conversões online. Faça com que seus produtos e loja sejam fáceis de pesquisar, colocando palavras-chave importantes em primeiro lugar nos títulos de produtos, por exemplo.

Uma boa dica é pensar em 10 perguntas que um potencial cliente pode perguntar e respondê-las em seu site.

6. Simplifique a navegação

Compras on-line estão se tornando mais fáceis e mais populares para os consumidores. Uma maneira de potencializá-las é simplificando o processo de contato, diminuindo o número de cliques para finalizar uma solicitação. Assim, informações do usuário serão geradas, permitindo uma rápida movimentação da equipe.

O ideal é que as principais informações de contato, como botão de WhatsApp e número do telefone comercial, estejam na área superior da página. 

O mesmo deve acontecer nas páginas específicas de cada veículo. Logo após as informações principais, como ano e quilometragem, procure deixar visível um botão como “Solicite um orçamento” ou “Faça uma proposta”, assim a pessoa é direcionada automaticamente ao formulário de contato, situação que agiliza bastante a negociação e procura por informações adicionais sobre o estoque.

7. Aposte nas imagens de qualidade

Utilizar imagens é uma forma mais atraente para que as pessoas enviem contatos através de seus dispositivos móveis. Os usuários podem facilmente clicar na imagem para acessar a descrição completa do veículo.

Várias empresas já desenvolvem sites com essas tecnologias, um exemplo é a Revenda Mais. Especialista em loja de veículos, os sites produzidos pela Revenda Mais são projetados para aumentar a conversão de visitantes em contatos através de vários formulários especialmente voltados para lojas de veículos.

Mas, além da disposição das imagens, é importante que as fotos sejam de bom gosto. O que isso significa? Ao fotografar os novos veículos do seu estoque, tenha em mente alguns cuidados básicos:

  • Dê preferência a ambientes bem iluminados e sem elementos ao fundo que chamem a atenção
  • Fotografe os carros sempre limpos 
  • Fotografe vários ângulos do mesmo veículo, inclusive a parte interna e pneus, para mostrar o ótimo estado do automóvel

Por que oferecer venda pelo celular?

Nos últimos anos as vendas online têm crescido gradativamente no Brasil. O setor teve um faturamento de R$ 47,7 bilhões em 2017, um aumento de 7,5% em relação ao ano anterior. Só no primeiro semestre de 2018, o e-commerce brasileiro cresceu 12,1% comparado ao mesmo período de 2017, com um faturamento de R$ 23,6 bilhões.

Um dos principais fatores para o aumento no faturamento do setor é o crescimento de mais brasileiros estão mais conectados à internet. Em 2018 o país teve 74% da população online, um crescimento de 6% em relação à 2017.

Outro responsável por esta ascensão no mercado é a facilidade que o consumidor encontra para pesquisar e comparar preços. Segundo um estudo realizado pelo SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito), 90% dos brasileiros costumam pesquisar preços na internet antes de comprar na loja física.

Além disso, o aumento na percepção de segurança nas compras online, comodidade e crescimento no número de usuários de internet também são responsáveis pela ascensão do e-commerce brasileiro.

Principais vantagens de vender pelo celular

Além do crescimento de usuários e das vendas online, optar por apostar em uma loja virtual também traz algumas outras vantagens:

1. Investimento baixo

Montar uma loja virtual com o estoque da loja costuma ser bem mais barato do que abrir uma loja física. Esta pode ser uma boa solução para quem deseja expandir a sua revenda de veículos, mas não quer ter todo o trabalho e alto investimento de abrir um novo ponto comercial.

A escolha por um site responsivo para loja de carros permite que o empreendedor economize com aluguéis e outras despesas, como luz e água. Além disso, a equipe necessária para cuidar do site pode ser consideravelmente menor quando comparada a do estabelecimento físico.

2. Facilidade de acesso para o consumidor

As lojas de carros que possuem presença digital têm um alcance muito maior de público.

Por exemplo, um usuário está querendo comprar um carro novo e durante a sua pesquisa de preço na madrugada de sexta, ele acaba encontrando o seu site. Na segunda, ele passa na revenda para realizar um test drive no veículo e fechar a compra.

Se o comércio não tivesse operação na internet, este seria um cliente perdido.

3. Comentário de clientes satisfeitos

O comentário de um cliente satisfeito pode fazer mais diferença para o público do que alguma publicidade realizada pela loja de veículos. 

De acordo com uma pesquisa feita pela iPerceptions, 63% dos usuários se sentem mais encorajados em comprar em um site que apresente opiniões positivas de outros consumidores.

Hoje, todos os clientes podem fazer comentários a respeito da reputação da sua loja, seja pelas mídias sociais ou através de sites específicos para reclamações, como o Reclame Aqui.

Por isso, você e sua equipe devem fazer um monitoramento constante a respeito das menções sobre a sua revenda de veículos. Um cliente enviou uma mensagem privada pelo Instagram afirmando que foi mal atendido por um vendedor? Não deixe para resolver depois essa reclamação. Imediatamente solicite os dados de contato, como telefone, e converse com o usuário para entender mais sobre o ocorrido. 

A rápida atuação em momentos de crise pode transformar uma situação negativa em uma oportunidade de negócio. O importante é demonstrar sempre transparência e preocupação com os consumidores!

4. Baixo custo operacional e de manutenção

Como já mencionamos, o custo de abrir uma loja virtual é menor que os principais custos para abrir uma revenda de carros. Para manter a operação funcionando, os gastos também são menores. Não há despesa com aluguel, limpeza, comissão de vendedores e mais. O custo com manutenção também é mais baixo, sendo o principal com o cuidado e aperfeiçoamento das ferramentas tecnológicas.

Porém, é importante ter consciência de que o universo digital está em constante renovação. Um site de cinco anos atrás apresentará problemas de navegação e poderá transmitir a sensação de que a sua revenda é ultrapassada.

Dessa forma, o ideal é renovar sua página virtual de tempos em tempos para que os dispositivos de segurança sejam atualizados e também o layout seja adaptado conforme as novidades do mercado. 

Empresas como a Revenda Mais possuem planos de serviços que já contemplam a atualização da loja virtual a cada X anos. Converse com a nossa equipe Comercial para saber mais sobre este diferencial.

5. Informações organizadas em um único lugar

Sabe quando o cliente chega na loja de carros e faz diversas perguntas que nem sempre o vendedor consegue responder? Essa situação não acontece em uma loja virtual.

Pelo site, você pode apresentar todas as informações necessárias do veículo, como preço, modelo, marca, ano, quilometragem, fotos, valores e formas de pagamento. Assim, o cliente fica mais preparado para fechar o negócio.

Também é interessante deixar um espaço para que os clientes possam enviar possíveis dúvidas. Além de estreitar o relacionamento com os consumidores que enviaram as perguntas, a atitude garante maior confiança ao público que está visitando a plataforma e percebe que a loja está preocupada em oferecer o melhor atendimento possível.

6. Facilidade na hora de implantar ações promocionais

As ações promocionais são uma das melhores formas de aumentar o número de vendas, fazer com que o ticket médio aumente, divulgar a marca para o público e conquistar novos clientes.

Com uma loja virtual, a criação destas ações promocionais se torna mais fácil. Isso porque o site permite o controle mais efetivo nos programas de descontos e fidelização do consumidor, além de traçar um perfil do cliente que interage com sua revenda de veículos.

Muitos sites também são desenvolvidos para contarem com banners virtuais, normalmente localizados no topo da página. Estes materiais gráficos podem ser usados para divulgações periódicas de promoções, aumentando o impacto da ação.

7. Integração com redes sociais e mais canais de atendimento

A integração com as redes sociais da marca fica muito mais fácil quando há uma versão da loja online. Isso porque basta inserir o link nas duas pontas para que elas tenham uma comunicação eficiente entre si, além de atingir quem faz compra por impulso.

Por exemplo: é feito o anúncio de um novo veículo nas redes sociais e um usuário se depara com ele no sábado à noite. Se só existe o estabelecimento físico, o cliente precisa esperar até segunda para poder passar na loja e ter maiores informações do carro.

Por outro lado, se há um link para loja virtual de veículos, o cliente já tira todas as suas dúvidas e tem a opção de realizar a compra.

As redes sociais também podem funcionar como mais um canal de atendimento ao cliente. Por isso, é importante que tenha alguém responsável para responder as mensagens diariamente em todas as mídias que a marca tem presença, por exemplo, Facebook, TikTok, Instagram, Twitter ou YouTube.

Algumas plataformas também disponibilizam a opção de chat online ou conexão direta com o WhatsApp

Vale ressaltar que este canal de atendimento exige que alguém esteja online em todo o momento para atender o cliente imediatamente ou, em outros casos, é necessário inserir um horário de atendimento para que o cliente não se decepcione em mandar uma mensagem e não ser atendido.

No WhatsApp Business, versão corporativa do WhatsApp, inclusive existem funcionalidades que já preveem essa situação. No aplicativo, é possível cadastrar mensagens automáticas que serão enviadas quando um usuário entrar em contato após o horário comercial, por exemplo.

Que estratégias você usa para aumentar as conversões nos dispositivos móveis?

Conte as suas dicas de otimização de conversão favoritas e confira o nosso post com dicas matadoras para fidelizar clientes!

Bons negócios!

Inscrever-se
Notificação de
guest
2 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
ALESSANDRO VILLAS BOAS
ALESSANDRO VILLAS BOAS
2 anos atrás

gostaria de conhecer melhor esta ferramenta