7 passos para desenvolver a arte da oratória

O vendedor precisa saber falar bem. Essa arte — que permite que a pessoa, acima de tudo, persuada o ouvinte da veracidade do que ela está falando — chama-se oratória. A própria palavra significa “falar”. É usada em várias atividades, como política, direito, pregação religiosa e no comércio; quando se trata de levar o consumidor a comprar um produto.

Veja a seguir 7 passos para desenvolver a oratória, a sua arte de falar bem, convencer o consumidor e vender mais!desenvolver a arte da oratória

1. Frequente um curso de oratória

Se você deseja aprender a falar inglês, deve fazer um curso de inglês; se pretende realizar cirurgias, deve fazer um curso de medicina; se quer desenvolver suas qualidades de canto, pode fazer um curso de música. Assim também funciona com a arte de falar e persuadir.

Existem cursos de oratória que poderão ser muito úteis para que você desenvolva seus talentos naturais ou desperte-os dentro de si. Um bom curso de oratória pode ser a primeira etapa para você se consolidar como vendedor. Eles ensinam técnicas de autocontrole, memorização, comunicação e expressão corporal.

A expressão corporal é importante para a oratória: o vendedor pode acompanhar com gestos e movimentos apropriados o seu discurso sobre o produto que vende (principalmente olhares e expressões fisionômicas).

2. Seja um entusiasta de suas ideias

Você só será um bom orador se acreditar realmente no que diz, ou pelo menos se conseguir passar essa ideia aos seus ouvintes. O envolvimento com sua atividade vai te ajudar a desenvolver a oratória e melhorar a sua arte de falar bem. Sem motivação própria, o orador não se desenvolve, fica parado e regride.

Se você observar o exemplo dos grandes oradores da história, verá que eles eram bastante entusiasmados com o que faziam, de modo a despertar a admiração dos outros. Fica mais fácil e mais natural falar bem quando você se envolve de corpo e alma com seu trabalho e aprende a gostar do que faz.

Curiosamente, existiram grande oradores que nem sequer estudaram muito, mas, devido ao fato de serem entusiastas de certas ideias, foram capazes de transmiti-las da melhor forma possível. Demóstenes, por exemplo, grande orador grego, era gago, mas conseguiu superar sua deficiência por meio da oratória.

Sempre que possível, leia textos dos grandes oradores — independentemente da atividade que eles tenham desenvolvido. Você verá como o entusiasmo é um agente motivador e eficiente para convencer as pessoas. Naturalmente, o entusiasmo deve respeitar um limite; afinal de contas, você não vai vender um produto como se estivesse defendendo uma ideia política.

3. Transfira energia

Transferir energia tem muito a ver com o passo de ser entusiasta. Um vendedor positivo consegue passar energia positiva para os outros, e isso ajuda bastante no processo de vendas. Essa transferência pode se dar por meio do olhar, do movimento das mãos, da entonação da voz, da palavra dita no intuito de estimular e, de forma especial, do aperto de mão.

Fala-se que a energia positiva é algo milagroso, capaz até de produzir a recuperação da saúde. Portanto, use técnicas para transferir energia e persuadir seu ouvinte a acatar suas ideias, comprar seu produto e virar cliente.

4. Desenvolva sua empatia

A empatia é outra qualidade que vai te ajudar a falar bem e de forma espontânea. Quando o vendedor se identifica com o consumidor e entra em conexão com ele, se estabelece a empatia, ou seja, ambos entram em harmonia e falam a mesma língua.

Quando o relacionamento transcorre dessa maneira, a oratória pode fluir naturalmente da parte do vendedor, bastando que ele aproveite as oportunidades para expandi-la.

Atos de solidariedade despertam a empatia do público, e você poderá usá-los para se aproximar das pessoas e estabelecer um vínculo com elas. Como cada indivíduo tem sua própria maneira de perceber e relacionar-se, a empatia é um recurso que o vendedor tem para se aproximar de todos, conhecê-los melhor e fazer uso do que for aprendendo sobre eles para obter o que deseja.

5. Amplie seu vocabulário

Sempre é bom ter um vocabulário diversificado. Claro que você não precisará falar como o padre Antônio Vieira — que tinha uma linguagem muito rica de expressões, palavras e metáforas —, mas pode aprender melhor certos significados, sinônimos, antônimos, termos em outra língua (que são muito usados na prática de vendas) e assim por diante.

À medida que for enriquecendo seu vocabulário, verá como se tornará mais fácil a prática da oratória. Isso porque muitas palavras e termos surgirão espontaneamente durante seu discurso, sem a necessidade de ter de parar para pensar ou sentir aquele “branco” que tanto incomoda.

Fazer isso não é tão difícil. Você pode aproveitar o tempo ocioso para ler revistas, jornais, livros e sempre consultar o dicionário quando for necessário. Pode até andar com um minidicionário no bolso para consultar durante seu turno de vendas.

6. Treine em voz alta

Essa é uma técnica muito usada por oradores. Embora não tenha sido um modelo de pessoa, Hitler, que foi um grande orador, usava essa técnica, discursando diante do espelho antes de encarar as multidões.

À medida que treina em voz alta, você está se preparando para falar com o cliente, adquire mais autoconfiança e torna-se mais apto a identificar erros no timbre de voz e outros fatores. Seja seu próprio juiz e corrija tudo que te desagradar.

Nada impede você de receber ajuda de outro colega vendedor ou mesmo de um membro da família: ele poderá te ouvir falando e apontará pontos positivos e negativos.

Quando ler uma revista, livro ou jornal, fale em voz alta o que achou do texto; a sua interpretação pessoal. Melhor ainda é ler sobre os produtos que vende e treinar suas qualidades falando em voz alta sobre eles, as vantagens e desvantagens que oferecem.

7. Grave tudo o que diz e cuide bem da voz

Mais do que treinar em voz alta, você pode gravar tudo que está falando e até suas apresentações, seja em palestras ou até no próprio momento em que está se comunicando com o cliente.

Será viável, posteriormente, analisar as gravações e verificar o nível de acertos e falhas que vem cometendo. A partir dessa análise, aperfeiçoe os acertos e liberte-se das falhas.

Uma coisa que poderá perceber ouvindo suas gravações é o estado de sua voz. Lembre-se que ela é uma de suas ferramentas de trabalho. Não permita que ela se ressinta do mau uso. Evite cigarros, modere o álcool, alimente-se bem, beba muita água e durma um mínimo de oito horas por dia.

Todo mundo pode ter uma boa oratória?

arte da oratoria

Muitas pessoas pensam que a arte da oratória é um dom, mas isso é um equívoco. Se tornar um grande orador não é tão difícil quanto parece, basta praticar e treinar para conseguir se aperfeiçoar. É importante lembrar que a oratória para vendedores de carros não vem apenas do conhecimento e do vocabulário, mas também da linguagem corporal.

Segundo uma teoria chamada 7-38-55 feita por Albert Mehrabian, professor da Universidade da Califórnia (UCLA), somente 7% do impacto da mensagem decorre de seu conteúdo, 38% da comunicação verbal (intensidade e velocidade da voz) e 55% da linguagem não verbal (gestos, postura, contato visual). Portanto, o sucesso da oralidade para vender carros não está somente no que você diz, mas também em como você diz.

Por conta disso, é muito importante que o vendedor de carro saiba falar bem. Afinal, uma boa oratória pode ajudar a convencer o cliente indeciso a realizar a compra ou não.

Como convencer através da oratória?

É muito importante possuir uma equipe capacitada em sua loja de carros, pois com uma boa oratória, o processo da negociação torna-se muito mais fácil. Além da conversa, a forma como o vendedor de carro se apresenta é algo significante. Se ele passa confiança, o cliente se sente mais confortável em fechar negócio. Confira algumas dicas para instruir seus vendedores:

Dominar o assunto é imprescindível

É extremamente importante que o vendedor de carro saiba todos os detalhes sobre o veículo que está vendendo. Com todas as informações na ponta da língua e confiança na fala, com certeza o cliente irá se sentir mais à vontade no momento da negociação. Além da possibilidade em garantir a venda, sua loja de carros ganha credibilidade em relação aos serviços prestados.

É essencial que o vendedor de carro realize uma pesquisa prévia sobre os modelos que estão à venda e ofereça informações relevantes com detalhes técnicos, diferenciais do carro, acessórios, valores e quais serão as vantagens ao comprar determinado veículo com sua loja de carros e não com a de outro concorrente.

Passe uma boa imagem ao cliente

Com uma postura pautada na educação e cordialidade, você consegue compreender melhor o que seu cliente precisa e assim poderá oferecer uma solução para as suas  necessidades. O vendedor de carro que está motivado, otimista e tem uma boa oratória para vender carros melhora sua imagem e ainda alcança grandes negociações, melhorando também a comissão.

Lembre-se de ouvir e prestar atenção no que o cliente precisa, deixando-o sempre à vontade para falar abertamente sobre o que busca e espera com a compra do carro escolhido.

Converse sobre outros assuntos

Você não precisa se concentrar apenas no que vai dizer. Opte por interagir com o cliente e gerar mais atenção e conforto para ele. Mas lembre-se, evite ser abusivo ou desrespeitoso com o consumidor. Nesse momento ter empatia é fundamental para estabelecer um bom relacionamento e auxiliar durante a negociação.

Quem vende carros também deve entender que o carro não é apenas um bem consumo, mas sim o sonho de alguém.

Mantenha-se atualizado

É muito importante estar sempre se capacitando profissionalmente, pois o mercado de vendas está em constante evolução. Portanto se você quer ser um bom vendedor de carros e deseja alcançar muito sucesso na área, é necessário estar sempre atualizado. Donos de loja de carros também podem investir em cursos e treinamentos profissionais para seus vendedores.

Quais são os elementos básicos da oratória?

A oratória para vendedores de carros possui alguns elementos básicos que são essenciais para planejar bons discursos e conseguir atingir corretamente o público-alvo, e fechar a venda.

Quem está falando

O primeiro elemento pode parecer básico, mas é um dos mais importantes. Ele refere-se ao próprio vendedor, ou seja, a pessoa que está conversando com o cliente com o propósito de fazer a venda. Nesse momento é muito importante que aconteça uma conexão entre o vendedor de carro e o assunto, sempre explicando de maneira clara, leve e paciente. Assim, o vendedor ganhará ainda mais precisão sobre o assunto e também aumenta a credibilidade, fazendo com que o cliente preste atenção. Falar com convicção é fundamental nesse momento.

Qual o assunto que está sendo discutido

Nesse momento é muito importante ter ciência sobre o que está sendo falado, portanto é importante voltar ao ponto da pesquisa e estudo sobre o veículo que está sendo vendido. Para que você seja um bom orador na hora de vender carros, é indispensável ter domínio sobre o que está falando. Qualquer deslize ou informação errada pode dar margem para que o cliente busque outra fonte de informação, ou seja, outra revenda de carros. Caso o vendedor não saiba algo, ele deve se propor a procurar e esclarecer depois.

Como o discurso está sendo falado

Em uma conversa, principalmente em uma negociação, corpo também fala. Portanto é muito importante saber como o assunto está sendo abordado. Não só a imagem deve estar de acordo, mas também a postura e a maneira da fala.

Converse com o cliente de maneira segura e em um tom que ele consiga escutar. Outra ótima dica é olhar nos olhos. A atitude passa confiança e aumenta a certeza de que o consumidor está falando com alguém que realmente entende sobre o assunto.

A arte da oratória para vendedores de carro é uma estratégia que pode trazer diversas vantagens, desde uma boa reputação para sua revenda como a possibilidade de aumentar o número de vendas. Além da oratória, algumas atitudes práticas podem contribuir com o crescimento de sua loja. Para saber como clique aqui e baixe gratuitamente o guia completo para o sucesso da sua loja de veículos.

E então, já vem aplicando esses passos na sua profissão? Deixe seu comentário e conte-nos como você consegue desenvolver a oratória!

7 passos para desenvolver a arte da oratória
5 (100%) 1 voto

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação de