Análise SWOT para loja de carros: como fazer e a sua importância

A Análise SWOT para loja de carros permite entender quais as fraquezas e oportunidades que a sua empresa vivencia diariamente e é fundamental antes mesmo do negócio deslanchar.

swot para loja de carros usados

Elaborada normalmente na fase de planejamento estratégico, a prática permite entender pontos fracos e fortes para potencializar o desempenho da empresa no segmento em que atua. 

Muitos empresários, ao verem os primeiros carros sendo vendidos, esquecem de olhar para dentro da operação e identificar obstáculos que possam estar impedindo um lucro ainda maior. E é justamente isso que a SWOT busca: voltar às atenções para funcionários, infraestrutura e concorrência.

Como surgiu a análise SWOT?

Inicialmente, a Análise SWOT foi criada para avaliar grandes empresas. Apesar de não existir nenhum registro bibliográfico que comprove o nascimento deste método, diversas fontes afirmam que seu desenvolvimento aconteceu na década de 60 por professores da Universidade Standford. Segundo o Sebrae, no período, foram analisadas as 500 maiores companhias dos Estados Unidos.

Apesar de inicialmente ter levado em conta o contexto de uma grande empresa, a SWOT se popularizou em todo o mundo e se tornou uma análise obrigatória em organizações de diversos portes, inclusive pequenas lojas e startups recém-criadas. Segundo Marcelo Bastos, do Portal Administração, a prática veio auxiliar e aprimorar o planejamento estratégico empresarial “que já vinha sendo bastante estimulado nas escolas tradicionais americanas”. 

Principais conceitos

Cada letra de SWOT é referente à uma das quatro palavras analisadas: Strenghts (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças). Em português, é comum que o método seja traduzido para FOFA, trazendo também as letras iniciais das características avaliadas dentro de uma empresa. 

De forma geral, são avaliados os ambientes externos e internos. Para estudiosos da área, entender as ameaças presentes externamente e internamente, assim como as forças, auxilia a conhecer a verdadeira situação de uma empresa e, consequentemente, possibilitar um maior sucesso dos negócios. 

A seguir, detalhamos o que cada palavra significa dentro do método SWOT.

Forças: elenca todas as vantagens em relação aos concorrentes, ou seja, as aptidões da sua empresa. São fatores internos que você tem controle: treinamento de vendedores, variedade de produtos, boa localização. Não insira características temporárias, como uma promoção em que o cliente ganha película protetora gratuitamente ou isenção em determinada documentação. Mencione somente benefícios constantes e que não são perdidos no caso de um colaborador se ausentar da empresa. 

Perguntas estratégicas para identificar as forças na sua Análise SWOT para loja de carros:

  • No que nossa empresa é boa?
  • O que fazemos melhor do que os concorrentes desta região?
  • Por que as pessoas buscam os nossos carros?
  • por que as pessoas, de fato, compram os nossos carros?
  • O que a gente faz que nenhum outro concorrente costuma fazer?

Exemplos de forças: preço competitivo, domínio técnico dos carros à venda, investimento constante em qualificação dos colaboradores, carros disponíveis das principais marcas, loja atrativa e com uma recepção bonita.

Fraquezas: são o oposto das forças que impulsionam o seu negócio. A principal dica nesta etapa é ser honesto! Ninguém gosta de falar as coisas ruins que uma empresa possui, mas elas existem e saber identificá-las é sinal de amadurecimento e senso crítico. Afinal, se não existe o que melhorar, o que está impedindo as vendas de crescerem ainda mais?

Nesta e nas outras três etapas, peça a ajuda dos colaboradores estratégicos na sua revenda de carros usados. Reúna todos e, juntos, compartilhem suas opiniões a respeito da empresa. Essa é uma forma bastante eficiente de elaborar uma Análise SWOT completa e de acordo com a realidade. 

Perguntas estratégicas para identificar as fraquezas na sua Análise SWOT para loja de carros:

  • Qual a reclamação mais frequente dos clientes?
  • Quais os motivos que fizeram a gente perder as últimas 3 vendas?
  • Nossos funcionários estão com o maior nível de qualificação a que podem chegar? Se não, por que?

Exemplos de fraquezas: equipe não qualificada, não possui estacionamento para clientes, poucas opções de carros à venda

Oportunidades: tanto as fraquezas quanto as forças são elementos internos da sua loja de carros usados. Agora, nas oportunidades, você precisa olhar externamente e estudar o mercado. Avalie fatores macro ambientais (política, meio ambiente, tecnologia, economia) e micro ambientais (parceiros, fornecedores). 

Diminuição de impostos para carros seminovos, por exemplo, é algo que você não pode não tem influência, mas que será benefício para a loja. 

Ameaças: infelizmente, aqui também envolve situações que você não tem capacidade de evitar, como o surgimento de uma nova legislação de carros usados ou aumento do incentivo do poder público para as pessoas comprarem veículos 0km e não seminovos. 

Mas, não desanime: muitas ameaças podem ser previstas e o seu negócio se preparar para a chegada delas. 

Aplicando a Análise SWOT para loja de carros

Conforme ressaltamos nos parágrafos anteriores, o sucesso de uma Análise SWOT depende da sua honestidade e capacidade em aceitar opiniões divergentes. Converse com seus colaboradores, expliquei quais aspectos serão avaliados neste método e peça que eles tragam suas próprias reflexões para serem discutidas em conjunto. A SWOT é algo para ser criado a quatro mãos (ou mais). 

Não esqueça também de elaborar a análise constantemente. Em 12 meses, o mercado brasileiro de automóveis muda significativamente. Novas ameaças surgem, concorrentes aparecem e dezenas de veículos sofrem defasagem de preço. 

Chamou a sua equipe e conversou com todos? Agora, é hora de colocar em uma planilha os pontos debatidos. 

No software de sua preferência, divida a Análise SWOT em fatores internos/externos e fatores negativos/positivos. Em fatores internos/positivos, coloque as forças. Em fatores externos/positivos adicione as oportunidades. Agora, em fatores internos/negativos coloque todas as suas fraquezas, seguidas pelos fatores externos/negativos, que são as ameaças.

Para facilitar, siga o modelo da imagem abaixo:

A seguir, elencamos um exemplo de Análise SWOT para você entender na prática como elaborá-la.

Fatores Positivos Fatores Negativos
Fatores internos Força: preço competitivo, mais de 30 modelos de carros à venda, estacionamento próprio para clientes, loja situada na principal avenida da cidade, imóvel com baixo aluguel Fraquezas: como é uma loja nova, ainda existem poucos vendedores disponíveis e, muitas vezes, aos finais de semana os clientes precisam aguardar um longo tempo para serem atendidos
Fatores externos Oportunidades: diminuição do crédito no mercado financeiro fez com que as pessoas procurem veículos mais baratos e que não exijam longos financiamentos Ameaças: a possibilidade do poder público lançar medidas econômicas que fortaleçam as montadoras estrangeiras e, consequentemente, haja melhora no preço dos carros novos.

Agora que você já aprendeu a fazer uma Análise SWOT, pode conferir nosso guia definitivo para entender quais outros aspectos você pode identificar e aperfeiçoar na sua revenda de carros usados. Aproveite e boa leitura!

Escrito por

Revenda Mais
Revenda Mais
Revenda Mais cria soluções que ajudam as lojas de veículos a economizar tempo e principalmente dinheiro. O nosso sistema já ajudou mais de 5000 lojas nesses mais de 15 anos de expertise no mercado de veículos.

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação de