7 cuidados com carros no inverno

As temperaturas baixas exigem que os cuidados com carros no inverno sejam constantes para que tudo funcione sem problemas quando chegar o momento da revenda. 

cuidados com carros no inverno

A estação mais fria do ano vem acompanhada de geada, temperaturas próximas a zero e outros fenômenos naturais que têm impacto direto na conservação de veículos usados. É fundamental que você, lojista, entenda quais são os principais cuidados nesta época e aplique na sua revenda, principalmente em relação aos automóveis que permanecem descobertos no estoque.

1. Cuidados com carros no inverno começa pelo estado da bateria

Em muitas regiões brasileiras, as temperaturas ficam negativas e dificilmente passam dos 10 graus ao longo do dia. Essa situação afeta diretamente as reações químicas que ocorrem no interior da bateria veicular, fazendo com que a peça se esforce muito para funcionar. Consequentemente, a geração de energia no veículo pode ser dificultada.

Nesse caso, a dica é verificar constantemente o estado da bateria, principalmente dos veículos que acabaram de chegar ao seu estoque, e evitar manter alguns recursos funcionando quando o carro está desligado, como luzes internas ou central multimídia. Seu cliente vai fazer test drive? Demonstre a qualidade do som apenas quando o veículo estiver funcionando.

2. Higienização completa do ar e áreas internas

O veículo possui ar quente? Não deixe de fazer a substituição do filtro quando as temperaturas começarem a baixar para manter os cuidados com carros no inverno. Isso é necessário porque, quando você liga o ar, a sujeira presente nesse dispositivo é espalhada para o interior do carro, desencadeando até mesmo reações alérgicas no cliente que está conhecendo o veículo.

O mesmo vale para a limpeza do interior de um carro ou caminhão. Além da higienização mais rigorosa quando você adquire um carro para revenda, é importante descontaminá-lo sempre depois de um test drive devido à pandemia da Covid-19. Aplique álcool em gel no volante, câmbio e outras partes que os clientes tocam constantemente.

3. Atenção às palhetas do limpador de para-brisa

A borracha presente neste acessório pode ficar ressecada com as baixas temperaturas e o frio intenso. Desta forma, se a sua revenda de veículos fica em uma região mais gelada, verifique o estado desta peça antes de partir para a comercialização do automóvel porque ela pode estar com sua eficiência reduzida drasticamente.

O resultado? Excesso de barulho na utilização das palhetas e até mesmo perigo de riscar e danificar os vidros do para-brisa. Não deixe também de aconselhar o seu cliente a fazer uma troca mais constante, como duas vezes ao ano. 

4. Ceras protetoras são aliadas da pintura automotiva

Geada, clima seco, maresia. Aplicar uma cera protetora e com poder de higienização ajuda a reduzir os efeitos destas condições climáticas na pintura do automóvel

Caso você encontre uma camada fina de gelo pela manhã em seu estoque, nada de esfregar. Basta jogar água fria e aguardar para o gelo derreter, dessa forma, evita-se riscos na pintura durante a remoção.

5. Fluido do radiador

O fluido do radiador possui um papel importante para manter o equilíbrio térmico do motor. Procure utilizar sempre um produto de qualidade, que ajudará a:

  • Evitar a corrosão
  • Evitar o congelamento do fluído
  • Manter a temperatura correta no motor
  • Evitar a evaporação da água

Se você mora em uma região mais fria, opte por um fluido que tenha um aditivo anticongelante.

6. Tanquinho de combustível em carros mais antigos

Sua revenda trabalha com veículos mais antigos? Fique sempre atento ao famoso tanquinho, que injeta a gasolina nos motores para facilitar a partida do carro.

Mantenha o reservatório sempre completo e com combustível novo. Nada de deixar a mesma gasolina por vários meses caso o automóvel demore para ser comercializado.

7. Pneus também merecem muita atenção

Não menos importantes, os pneus mudam a pressão conforme a variação de temperatura. Isso pode acontecer tanto em um dia muito quente quanto uma noite com temperaturas negativas.

Instrua a sua equipe para conferir constantemente a calibragem desses componentes, garantindo eficiência e segurança para quem testar o veículo.

Na dúvida sobre a calibragem ideal, consulte o manual do fabricante no automóvel.

Como controlar todos esses componentes? Com o apoio da tecnologia

Acompanhar todas essas tarefas é um grande desafio para as revendas de veículos, mas com o apoio de um sistema de gestão, como o Revenda Mais, as atividades se tornam mais centralizadas. 

A plataforma possui um módulo exclusivo para os veículos em estoque. Nele, é possível identificar todas as melhorias executadas nas últimas semanas, quais manutenções ainda estão pendentes e o quanto isso impactou no valor final do veículo. Qual preço será necessário revender para obter lucro? E quantos % você quer lucrar? Todo esse tipo de cálculo é feito automaticamente pelo Revenda Mais, tudo para simplificar o seu dia a dia profissional.

O sistema permite também armazenar notas fiscais, fotos e documentos destas manutenções caso seja necessário comprová-las ao seu cliente ou ao financeiro da loja. Dessa forma, não são mais necessárias pastas repletas de documentos impressos e risco de algo importante se perder.

Conheça hoje mesmo o Revenda Mais. Solicite uma demonstração gratuita clicando aqui.

Escrito por

Manuela Ghizzoni
Manuela Ghizzoni
Jornalista especialista em Marketing Digital. Há 7 anos, atua com geração de conteúdo com técnicas de SEO e direcionados para mídias sociais. Atualmente, é responsável por desenvolver conteúdo especializado para o setor automotivo e focado em lojas de veículos seminovos.
Inscrever-se
Notificação de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários