Erros de marketing em loja de veículos: o que você não deve cometer

Erros de marketing em loja de veículos podem colocar em risco a reputação da marca e afastar potenciais consumidores. Hoje, é preciso cuidado redobrado com o atendimento, promoções e sorteios, afinal, qualquer insatisfação pode ganhar grandes proporções nas mídias sociais e se transformar em uma grande dor de cabeça para os empreendedores.

Erros de marketing em loja de veículos

Mesmo que você, proprietário ou gerente de uma revenda de veículos, atualmente não tenha condições de contratar uma equipe de Marketing dedicada, existem orientações básicas que garantirão uma experiência positiva aos clientes em potencial.

A seguir, mostramos quais são os erros de marketing mais comuns em loja de veículos e como evitá-los. Lembrando que estas práticas envolvem tanto o meio offline quanto online. Boa leitura!

Não conhecer o seu público-alvo

Quando você não define e conhece o seu público-alvo, fica difícil entender quais carros oferecer e que formas de pagamento são mais atrativas. Por isso, antes mesmo de criar uma nova promoção, entenda com quem você quer conversar.

Qual a idade dos seus clientes? Qual o gênero? Qual tipo de carros eles preferem? Em qual momento da vida eles se encontram? O que eles fazem no tempo livre?

Ao identificar essas características, criar uma ação especial ou até mesmo escrever um panfleto para divulgar determinada promoção se torna muito mais fácil e simples.

Omitir informações e condições de pagamento é outro erro de marketing em loja de veículos bastante comum

Segundo o Código de Defesa do Consumidor, é considerada propaganda enganosa “qualquer modalidade de informação ou comunicação de caráter publicitário, inteira ou parcialmente falsa, ou, por qualquer outro modo, mesmo por omissão, capaz de induzir em erro o consumidor a respeito da natureza, características, qualidade, quantidade, propriedades, origem, preço e quaisquer outros dados sobre produtos e serviços”.

Este é um erro de marketing grave e pode gerar perda financeira em sua loja de veículos. Por isso, tenha bastante atenção ao redigir o anúncio dos seus carros no site e nos portais especializados em seminovos. Se você mencionar isenção de juros nas primeiras parcelas de um financiamento, por exemplo, deixe claro qual é o valor máximo destas parcelas e em até quantas vezes o comprador poderá quitar o automóvel.

Outra questão é em relação à omissão de informações. O veículo já sofreu um sinistro ou foi adquirido em um leilão? Deixe claro todas estas situações no anúncio e também na conversa feita pessoalmente com o cliente. Repassar esses dados aumenta a transparência e confiança em sua revenda de carros seminovos e usados.

Usar qualquer polêmica para vender mais

Uma traição no mundo das celebridades, um meme em alta ou uma música que viralizou são exemplos de situações frequentemente usadas em campanhas publicitárias. O objetivo? Usar a polêmica para gerar buzz nos veículos de comunicação e, é claro, atrair clientes e seguidores nas mídias sociais.

Mas, nem sempre esse caminho é o ideal. Ao longo dos anos, várias empresas – inclusive de renome nacional – se envolveram em polêmicas que acabaram não valendo a pena

Um exemplo, lembrado pelo Estadão, foi da campanha da Prefeitura de São Paulo que promoveu o Carnaval da capital usando o meme “Já acabou, Jéssica” em que duas garotas brigam e uma delas “dá a volta por cima” após ser agredida.

Porém, o que era para ser uma publicação cômica, se tornou alvo de críticas. Muitos internautas afirmaram que a campanha suavizava questões como violência e assédio. Como resultado, a Prefeitura precisou publicar um pedido de desculpas.

Outra questão envolve os direitos autorais. Usar trechos de músicas ou a imagem de uma pessoa que se tornou famosa na internet podem gerar processos indenizatórios. 

Não preparar sua equipe previamente em promoções

Como consumidor, você provavelmente já ficou decepcionado por acompanhar uma promoção na televisão ou internet e, ao chegar na loja física, o vendedor não saber explicar do que se trata. Então, evite que essa mesma situação aconteça dentro da sua revenda de veículos.

A equipe Comercial precisa estar 100% inteirada de tudo o que acontece na sua loja: promoções, queda de vendas, aumento no número de clientes e até mesmo a contratação de uma plataforma de gerenciamento.

Manter todos informados reduz os problemas de comunicação e faz com que os colaboradores se sintam ainda mais partes da empresa, aumentando a motivação.

Procure sempre planejar uma promoção ou ação especial, como café da manhã para os clientes, com antecedência e faça uma breve reunião interna explicando todos os detalhes, como horário de início, quem está sendo convidado, entre outros detalhes. Ao final deste alinhamento, envie um e-mail aos funcionários registrando os assuntos debatidos internamente.

Dica extra: quando você desenvolver uma ação especial, disponibilize aos seus vendedores materiais gráficos, como cards de WhatsApp, para que eles enviem aos seus clientes atuais e divulguem em suas redes sociais pessoais.

Cortar a verba em tempos de crise

Um erro bastante comum em diferentes segmentos é a redução do investimento em anúncios e melhorias no site por causa da queda nas vendas. 

Apesar da redução de custos ajudar em um primeiro momento, a falta de publicidade reduz o impacto da loja e, consequentemente, também diminuirá a venda de carros. É uma espécie de efeito dominó. 

Quando a crise bater, não elimine os investimentos em anúncios, e sim avalie quais são os canais mais eficientes para sua empresa naquele momento. Verifique quais portais especializados têm gerado mais leads, se os anúncios nas mídias sociais estão aumentando os acessos ao site e se outras ações, como panfletagem, têm levado consumidores à porta da sua revenda.

Não estar presente nos meios digitais

No Revenda Mais, frequentemente reforçamos a importância do Marketing Digital para revendas de veículos. Hoje, a internet tem sido a principal fonte de informação entre os consumidores.

Dificilmente um cliente vai até uma loja de carros sem olhar com antecedência o perfil no Instagram ou o site oficial para identificar quais veículos estão disponíveis e a faixa média de valor.

Isso significa que é necessário sempre manter seu site e mídias sociais atualizados, além de fazer um monitoramento constante, respondendo dúvidas e sugestões de clientes em potencial.

Agora que você já conhece alguns dos principais erros de marketing para loja de veículos, chegou o momento de colocar seus conhecimentos em prática. Aproveite também nossos materiais de apoio para revendas, como o Minicurso sobre site, Google, Facebook e outros canais sociais.

Clique aqui e garanta já sua inscrição gratuita.

Escrito por

Manuela Ghizzoni
Manuela Ghizzoni
Jornalista especialista em Marketing Digital. Há 7 anos, atua com geração de conteúdo com técnicas de SEO e direcionados para mídias sociais. Atualmente, é responsável por desenvolver conteúdo especializado para o setor automotivo e focado em lojas de veículos seminovos.

Compartilhe!
Inscrever-se
Notificação de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
O que você achou? Por favor, comente.x
()
x