O que é inventário e como aplicar em lojas de veículos

O inventário é um instrumento de gestão que possibilita que uma empresa consiga aferir se os produtos que se encontram em seu sistema realmente existem no estoque.

Inventário

De modo geral, é uma ferramenta que é utilizada em indústrias, varejo e atacado. Mas, ultimamente, vem sendo muito usada em lojas de veículos, porque garante maior eficiência operacional e segurança na hora da contagem, além de outras vantagens.

Se ainda não utiliza essa ferramenta por falta de informação ou por que não sabe como aplicar à sua loja de veículos, acompanhe a leitura e conheça o essencial!

Tipos de inventários

Considerando que você já sabe o que é inventário, tendo em vista o início deste conteúdo, vamos direto ao ponto, apresentando quais são os seus tipos e forma de aplicação. Ao todo, são três:

1. Inventário com contagem geral, sem endereço

Nesse tipo, conforme os especialistas, param-se as atividades da loja de veículos, para que assim seja feita uma contagem geral dos carros, peças ou produtos que estão no espaço físico do estoque. O ruim desse inventário é que ele paralisa o funcionamento da loja, o que pode comprometer a sua produtividade, bem como fazer com que perca vendas.

2. Inventário com contagem periódica, sem endereço

Já nesse tipo, estabelecem-se períodos (digamos, de mês em mês) para realizar a contagem, com a intenção de atualizar o sistema do estoque e fazer os devidos ajustes, caso seja necessário.

Esses dois tipos, de modo geral, não são, conforme os estudiosos, boas opções, pois levam um tempo para serem feitos, o que pode prejudicar o devido funcionamento da empresa e elevar os seus custos com pagamento de horas extras. Mas, a seguir, apresentaremos outro que pode funcionar melhor em sua loja.

3. Inventário rotativo, mais indicado para lojas de veículos

Nesse tipo de inventário, a sua loja não precisa parar as atividades, isso porque a lógica desse tipo é que, primeiro, deve-se organizar o estoque por endereçamento dos veículos, peças, etc., o que pode, sem dúvida, fazer com que tal atividade seja feita com economia de tempo e eficiência.

Sendo mais objetivo, constituem-se setor, rua, bloco e andar para as peças, de modo que assim seja possível encontrá-la mais rapidamente para realizar a contagem.

Em um exemplo prático, seria assim:

Pneus do tipo X estão no setor 4, rua A, bloco C, andar 1. Veja que temos aqui um caminho para se encontrar os produtos de maneira mais lógica e fácil. Esse endereçamento pode ser feito no sistema de gestão do estoque da marca ou em uma planilha.

O mesmo vale para carros que estão no estoque. Digamos que existam mais de 100 carros em sua loja e o cliente deseja ver, por exemplo, todos os compactos de entrada. Como, portanto, localizá-los no estoque e, assim, não deixar o cliente esperando? Consultar o sistema do estoque é um caminho mais fácil para identificar a localização dos compactos e, assim, seguir diretamente para eles.

É um exemplo simples, mas que mostra a importância de se contar com um sistema de gestão de estoque, que possibilite que realize não só um inventário de forma eficiente e produtiva, mas também que lhe ajude a prestar um atendimento de excelência ao seu público de interesse.

Agora que sabe o essencial a respeito do inventário e caminhos de aplicação em sua loja de veículos, não deixo de adotá-lo. Fazendo isso, você manterá a sua loja sempre organizada, como assim precisa ser para se evitar prejuízos!

Caso tenha gostado deste texto, por que não aproveita o momento para conferir outros em nosso blog? Aproveite para enriquecer ainda mais os seus conhecimentos!

Escrito por

Revenda Mais
Revenda Mais
Revenda Mais cria soluções que ajudam as lojas de veículos a economizar tempo e principalmente dinheiro. O nosso sistema já ajudou mais de 5000 lojas nesses mais de 15 anos de expertise no mercado de veículos.

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação de