Venda de carros em 2019: saiba quais são as perspectivas do mercado automotivo

Conheça as principais tendências para o mercado automotivo para o ano de 2019.

perspectivas do mercado automotivo

Conhecer as tendências do mercado é fundamental para o crescimento de qualquer negócio. Com este conhecimento, o gestor consegue tomar decisões mais assertivas e correr menos riscos. Para que sua loja de veículos esteja preparada para impulsionar as vendas em 2019, trouxemos as principais perspectivas do mercado de automóveis.

Como foi o ano de 2018?

Antes de analisarmos as perspectivas para 2019, é importante fazer um pequeno resumo do que foi o ano de 2018 para o mercado de veículos usados.

Segundo relatório da Fenabrave (Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores), foram vendidos 9,75 milhões de seminovos e usados no ano passado. Esse número é cerca de 20% maior que a venda de carros novos, que fechou o ano com 2,245 milhões de unidades vendidas.

Os modelos mais vendidos no mercado de seminovos e usados em 2018 foram, em ordem decrescente: VW Gol, Fiat Palio, Fiat Uno, Chevrolet Celta, VW Fox, Fiat Strada, Ford Fiesta, Chevrolet Corsa, Fiat Siena e Toyota Corolla.

O cenário em 2019

Segundo uma previsão do presidente da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), Antonio Megale, a indústria de automóveis deve desacelerar um pouco o ritmo de crescimento nas vendas e produção em 2019

Megale acredita que a produção deve crescer abaixo dos 10% com cerca de 3 milhões de unidades. Essa desaceleração deve acontecer principalmente por conta da crise econômica que a Argentina está passando. O país vizinho é o principal mercado externo do setor. Se considerar somente o mercado interno, a perspectiva é mais positiva com um crescimento entre 10% e 14%.

Perspectivas do mercado automotivo

O presidente da Anfavea declarou que a produção de veículos zero quilômetros devem desacelerar em 2019 com cerca de 3 milhões de unidades. Por outro lado, só no primeiro semestre de 2018, o mercado de seminovos vendeu mais que 5.1 milhões de unidades no país.

Com os preços altos dos automóveis que saem de fábrica, os seminovos se tornaram uma opção mais econômica e preferível para os brasileiros. Além do valor de compra mais baixo, um veículo usado normalmente também conta com um financiamento facilitado e taxa de depreciação menor.

Por conta dessas características, o mercado de seminovos sentiu menos que as montadoras os efeitos da crise econômica brasileira dos últimos anos. Segundo a Fenabrave, em 2018 para cada 1 milhão de modelos zero quilômetros vendidos, 4.7 milhões de unidades usadas eram vendidas.

O cenário atual para as motos

O mercado de motos também continua sendo um campo promissor. De acordo com dados divulgados pela Fenabrave, a venda de motocicletas cresceu cerca de 10% em 2018 com quase 1 milhão de motos emplacadas entre janeiro e dezembro. Para o vice-presidente da Fenabrave, Carlos Porto, este crescimento se deu por conta da queda na inadimplência, que trouxe mais crédito para o setor.

Para o ano de 2019, as notícias são bastante positivas. Segundo a Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares) foram emplacadas mais de 90 mil motos só no primeiro mês do ano. Este número representa um crescimento de 17,8% em relação ao mesmo período em 2018.

Ainda de acordo com os dados da Abraciclo, a categoria do scooter é destaque com uma alta no volume de vendas de 13,3% em relação ao mesmo mês do ano passado. Se comparamos o número com dezembro de 2018, o crescimento foi de 26,8%.

Primeiros dados de 2019

Para entender melhor como começou o ano para o mercado, a Fenabrave divulgou os números de vendas de veículos usados em janeiro de 2019. Ao total, foram mais de 1.1 milhão de automóveis vendidos, um crescimento de 1,55% em relação ao mesmo período do ano passado.

Deste total, 763.795 são automóveis de passeio e 238.483 são motocicletas. Quando comparados com os números de vendas de janeiro de 2018, há um crescimento de 0,66% e 4,13% respectivamente.

Ao analisar as marcas com maior participação no mercado de carros usados em janeiro de 2019, percebemos que há uma grande competição entre as montadoras, em especial as que aparecem nos 3 primeiros lugares.

As marcas mais vendidas, em ordem decrescente, são:

  • Volkswagen (20,56%)
  • Chevrolet (20,50%)
  • Fiat (18,51%)
  • Ford (10,48%)
  • Renault (5,55%)
  • Honda (4,92%)
  • Hyundai (4,26%)
  • Toyota (3,85%)
  • Peugeot (2,26%)
  • outros (9,11%).

Já quando falamos de motocicletas percebemos que o cenário é menos competitivo, sendo que 78,72% das motos vendidas são da marca Honda, seguida por Yamaha com 12,76%, Suzuki com 2,93% e Dafra com 0,97%. Os 4,62% restantes são divididos entre outras montadoras.

A Fenabrave também divulgou um ranking com os modelos de carros usados mais vendidos no Brasil em janeiro de 2019. São eles:

MODELO UNIDADES VENDIDAS
VW GOL 72.854
FIAT PALIO 46.865
FIAT UNO 43.752
CHEVROLET CELTA 27.577
VW FOX 23.777
FORD FIESTA 22.578
CHEVROLET CORSA 21.525
FIAT SIENA 19.805
TOYOTA COROLLA 18.197
10º FORD KA 18.002
11º CHEVROLET CLASSIC 17.716
12º CHEVROLET ONIX 17.086
13º RENAULT SANDERO 15.656
14º HONDA CIVIC 14.759
15º FORD ECOSPORT 13.463
16º VW VOYAGE 12.989
17º HYUNDAI HB20 12.731
18º CHEVROLET PRISMA 12.575
19º HONDA FIT 11.541
20º CITROEN C3 8.119

Sua loja de carros já está preparada para começar o 2019 com o pé direito?

Conhecer as perspectivas do mercado para o ano é o primeiro passo para aumentar a lucratividade do negócio. Se quiser conferir dicas de como aquecer a venda de veículos, clique aqui e baixe gratuitamente um e-book completo.

Venda de carros em 2019: saiba quais são as perspectivas do mercado automotivo
5 (100%) 2 votos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *